Quando o bebê aprende a assoar o nariz?

A vida do bebê é marcada por várias pequenas conquistas. Uma delas, assoar o nariz sozinho, é uma das que os pais aguardam ansiosamente.

Quer descobrir quando o bebê costuma aprender a assoar o nariz sozinho e o que você pode fazer para ajudar neste processo? Continue lendo!

 

Mas afinal, quando o bebê aprende a assoar o nariz sozinho?

 Somente por volta dos três anos que a criança será completamente independente na hora de assoar o nariz. Mas até lá, os pais podem ir ensinando a criança a conquistar essa independência.

 

Como funciona o processo?

É normal os pais e cuidadores recorrem a aspiradores nasais para manter as vias respiratórias dos bebês livres. O aparelho, facilmente encontrado em farmácias, pode ser muito útil, mas é preciso cuidado: Não é raro as crianças ficarem agitadas e acabarem se machucando enquanto os pais tentam desobstruir suas vias respiratórias.

Uma das formas mais comuns para ensinar a criança a assoar o nariz sozinha é começando assistindo ela durante o processo. Ofereça lenços e indique ao bebê a hora correta de assoar o nariz.

Busque deixar caixas de lenços sempre disponíveis e ensine a criança que os lenços são a melhor alternativa quando se trata de coriza.

Além disso, uma das formas mais eficazes de ensinar é ser exemplo. Por isso, sempre que você for assoar o nariz busque mostrar ao seu filho como se faz.

Não se esqueça de reforçar o comportamento positivo com elogios! Isso vai mostrar para a criança que ela está no caminho certo.

Outro ponto importante para este processo é a paciência. A criança está em pleno descobrindo do que consegue fazer e principalmente do que se pode fazer. Esteja preparado para erros, complicações e até um pouco de birra (lembre-se, é comum a criança testar os pais e o que é certo com frequência).

 

Aqui no Corujando gostamos de reforçar: cada criança é única e tem seu ritmo de desenvolvimento. Não force e não se desespere caso seu filho demore um pouco mais para conseguir realizar uma atividade. Na dúvida, as consultas regulares com o pediatra serão fundamentais no acompanhamento.

 

Cada conquista na vida dos pequenos é um sonho que se realiza, não é mesmo?

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *