As fases do desenvolvimento infantil segundo Jean Piaget

Conheça os estágios do desenvolvimento cognitivo da criança segundo o famoso teórico suíço

Jean Piaget (1896-1980) foi um biólogo, psicólogo e filósofo suíço, muito conhecido por seu trabalho pioneiro sobre as fases do desenvolvimento infantil. A abordagem piagetiana preocupa-se, especialmente, com os estágios do desenvolvimento cognitivo.

O primeiro estágio abordado por ele é chamado sensório-motor e vai do nascimento até os 2 anos de idade.

Nessa fase, o bebê aprende sobre o mundo por meio dos cinco sentidos e por suas atividades motoras. Aos poucos, seus esquemas cognitivos e comportamentais tornam-se mais complexos. Ao fim do sensório-motor, o bebê já desenvolveu a capacidade de representar e iniciam-se atividades como imitação, faz-de-conta e resolução de problemas. Nesse período, já se inicia o desenvolvimento da linguagem. Choros, balbucios e imitações de sons são o início da aprendizagem sobre a linguagem. Por volta dos seis meses, os bebês começam a ligar o som da fala a seus diversos significados.

O segundo estágio das fases do desenvolvimento infantil de Piaget chama-se pré-operatório e vai dos dois aos sete anos.

Aqui, as crianças vão desenvolver cada vez mais a linguagem e – gradualmente – vão se tornar mais sofisticadas em seu uso de pensamento simbólico, ou seja: começam a trabalhar com os significados de palavras, números e imagens. Imitação, faz-de-conta e linguagem vão ficando cada vez mais complexos. Essa é também a fase do egocentrismo, o que significa que a criança pode ter dificuldade de aceitar o ponto de vista de outras pessoas. É, popularmente, conhecida como a fase em que a criança se acha “o centro do mundo”. Por meio aquisição e domínio da linguagem, em conjunto com a socialização, que esse comportamento vai, pouco a pouco, mudando. Um grande aumento no vocabulário ocorre tipicamente entre um ano e meio até os dois anos de idade. Também aparecem as primeiras frases curtas. Aos três anos, a sintaxe e as capacidades de comunicação estão bastante desenvolvidas. O terceiro estágio, para Piaget, é o operatório concreto, que vai dos sete aos 12 anos. É o início da reflexão sobre o mundo. A criança pode resolver problemas logicamente quando eles enfocam o aqui e agora, mas ainda não pensa em termos abstratos. Aos poucos, vai se sofisticando a capacidade de classificar, além do domínio de conceitos relacionados a tempo, número, espaço. Uma característica interessante dessa fase do desenvolvimento infantil, do ponto de vista da socialização, é o surgimento e incremento do senso de justiça e da compreensão de regras sociais.

Por fim, Piaget fala do estágio operatório formal, que começa em torno dos 11 anos de idade e segue por toda a vida adulta.

Conforme o pré-adolescente vai amadurecendo, surge o pensamento sobre termos abstratos, situações hipotéticas, possibilidades e teorias. É importante entender que, para o autor, as fases do desenvolvimento infantil ocorrem de forma gradual e contínua. Além disso, é importante frisar que as faixas etárias utilizadas por Piaget são uma média, são variáveis.

Comentários

comments