Estimular o bebê – como fazer de maneira simples e prática

Aprenda como estimular o bebê e atingir o máximo potencial do seu filho com atividades simples no cotidiano, sem precisar sair da rotina e sem complicação.

Os primeiros três anos da vida de uma criança são cruciais. Nessa faixa etária, tudo o que acontece com o bebê afeta seu desenvolvimento físico e mental e também afeta o modo como ele aprende. Portanto, o trabalho dos pais e cuidadores em como estimular o bebê começa desde o seu nascimento. Nos primeiros anos de idade, há muita atividade neuronal. Novas ligações sinápticas são feitas em ritmo assustador: uma faixa de 700 por minuto. Assim, as experiências e interações que uma criança tem levarão a novas conexões formadas pelas células cerebrais. É importante que as conexões formadas sejam fortalecidas, para que não se percam, de modo a estimular o bebê.

O relacionamento com os pais/cuidadores primários é crucial.

É importante brincar, responder à criança quando ela estiver desconfortável, falar com o bebê, criando um ambiente rico em linguagem e realmente observar os sinais da criança, de modo a responder adequadamente a eles.

Algumas medidas simples para estimular o bebê são:

– Fale muito com ele. Bebês adoram o som da voz de outras pessoas.

– Adquira um tapete de atividades ou improvise um com um cobertor e brinquedos. Deixe que o bebê passe um tempo se movimentando e interagindo com os brinquedos nesse tapete. Se ele ainda não fica de bruços sozinho, coloque-o de bruços, por algum tempo, todos os dias. É assim que ele vai, aos poucos, desenvolver a musculatura para erguer a cabeça e depois engatinhar.

– Faça o máximo de contato visual possível. Toda vez que o bebê olha nos seus olhos, ele está criando memórias a seu respeito e fortalecendo o vínculo emocional com você.

– Aproveite os momentos de cuidados como banho e troca de fraldas. Você pode contar ao bebê o que está fazendo, de modo a estimular a linguagem e interações gestuais. Aos poucos, também, o bebê vai percebendo um padrão de rotina.

– Explore ambientes diferentes. Sempre que possível, leve o bebê a lugares novos, faça passeios ao ar livre e vá narrando o que está acontecendo. É uma ótima oportunidade para que o bebê desenvolva noções de espaço, tenha novas experiências sensoriais e, dependendo da idade, aumente o vocabulário.

– Brincadeiras comuns para bebês são: jogar objetos no chão, brincar de “cadê-achou”, organizar coisas iguais. Essas brincadeiras parecem bobas, mas são o início da aprendizagem, respectivamente, da noção de causa e efeito, da permanência de objeto e da categorização.

Por fim, é importante lembrar que o bebê pode ficar irritado se ele se sentir superestimulado. Assim, o descanso do bebê é também é muito importante para o seu desenvolvimento. É dormindo que ele vai consolidar todo o novo conhecimento que adquiriu ao longo do dia.

Comentários

comments