Por que meu filho ainda não fala? Veja dicas de como estimular o bebê a falar.

Confira alguns modos de estimular o bebê a falar de modo simples e natural.

Um dos momentos mais esperados pelos pais é a primeira palavra do filho. Na verdade, o desenvolvimento da comunicação é um processo que se inicia muito cedo e que tem diversas etapas e marcos da linguagem antes que o bebê fale, de fato, a primeira palavra.

Até os dois meses de idade

Aproximadamente nesse período, o bebê emite sons de vogais e o chamado “choro diferencial”, que depois de um tempo se torna bem conhecido: para cada tipo de necessidade, o bebê vai desenvolvendo um tipo diferente de choro, que as mamães também vão aprendendo a reconhecer e diferenciar. Esse já é o fundamento da comunicação falada. Ele também presta muita atenção às vozes das pessoas conhecidas. Por isso, para estimular o bebê a falar, é importante conversar com ele desde muito cedo: as pesquisas feitas na área chegaram à conclusão de que, antes de dizer sua primeira palavra, os bebês já a escutaram cerca de 500 vezes.

Dos dois aos três meses

O bebê tende a emitir sua primeira sílaba, que, geralmente, é o “gu”. Dos quatro aos seis meses, aumenta a quantidade de sílabas que consegue dizer. É importante, nessa fase, conversar muito com ele, articulando as palavras de modo claro, imitando o que ele diz, e recompensando seu esforço com sorrisos e atenção. Ele também aperfeiçoa o modo de demonstrar o que está sentindo: sorri, dá gritinhos de animação, resmunga quando está desconfortável, enfim: aumenta o repertório vocal. O melhor modo de estimulá-lo nesse tipo de comunicação é simplesmente atender ao que ele solicita.

Dos sete aos dez meses

Ele imita diversos sons da fala e usa muitos gestos para se comunicar de forma eficaz. Ele também começa a unir sílabas em balbucios longos. Essa vocalização é uma imitação da fala dos adultos em termos de sons, ritmo e cadência. Muitos bebês podem imitar a estrutura de um diálogo, balbuciando, esperando o adulto falar, e respondendo com mais balbucios. É uma fase em que ficam extremamente atentos a diálogos entre as pessoas, e vocalizam para chamar a atenção e participar da conversa. Para estimular o bebê a falar, nessa fase, é importante deixá-lo ouvir muitos diálogos e participar.

Dos onze meses até 1 ano de idade

Ele demonstra o que chamamos de linguagem receptiva. Ele consegue compreender certas palavras que os adultos dizem, só não consegue falar ainda! Nessa fase, também tende a vocalizar com a entonação e a duração de frases reais, mas sem falar palavras ainda. É como se estivesse falando numa língua estrangeira. Para estimular a linguagem receptiva, é bacana apontar objetos, fotos, pessoas, animais, e dizer o nome de cada coisa, de modo que o bebê vá associando e aprendendo.

Em algum momento do primeiro ano de idade

Os bebês tendem a falar sua primeira palavra. É importante notar que os bebês são diferentes um do outro e que não existe uma “data marcada” para que façam algo pela primeira vez. Alguns falam naturalmente mais cedo, outros vão falar mais tarde. Eles estão aprendendo tudo ao mesmo tempo: comunicação, coordenação motora, interações sociais. É comum que o bebê fique mais calado quando está treinando um novo movimento, por exemplo. É muita coisa para processar ao mesmo tempo, portanto, tenha calma! Com o acompanhamento do pediatra e com a estimulação correta, logo logo o bebê dirá a tão esperada primeira palavra.

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *