Seu bebê chora muito? Saiba como mudar esse quadro!

Uma das coisas que mais afetam a rotina dos pais, principalmente os de 1ª viagem, é o choro do bebê. Seu filho pode chorar muito ao longo do dia por motivos completamente distintos e cabe aos pais descobrir o que está incomodando o pequeno. Por mais difícil que possa parecer, seu bebê nunca estará chorando sem motivo. Mantenha calma sempre e investigue com profundidade o que pode estar tirando a paz do pequeno (e a sua). Quer conhecer as principais razões que podem explicar porque o bebê chora muito? Então continue lendo!

Como identificar o choro do bebê?

Vamos começar descrevendo alguns cenários clássicos que podem esclarecer porque o bebê chora muito. Vamos a eles:

“Estou com fome!”

Uma das formas que o seu filho tem para indicar que está com fome é através do choro, principalmente em seus primeiros meses.

“Minha fralda está suja!”

Uma investigada rápida na fralda da criança deve resolver o mistério.

“Estou com sono!”

Isso vai valer para crianças mais velhas também. Todos ficamos ranzinzas quando estamos com sono e não seria diferente com o seu bebê.

“Quero colo!”

Às vezes, tudo que o bebê quer é se sentir protegido nos braços de alguém. A criança pode chorar também quando se sente sozinha e deseja estímulos como sons e brincadeiras.

“Estou com frio! Estou com calor!”

Temos diversos aparatos para regular a temperatura de um cômodo, mas o bebê só tem o choro para indicar que algo precisa mudar. Pode acontecer dele chorar durante uma troca de fraldas ou antes de um banho pelo mesmo motivo.

“Não estou confortável”

Quem nunca ficou incomodado com o elástico de uma peça de roupa que estava apertado? O mesmo pode acontecer com os bebês. Se seu bebê chora muito pode ser porque está com gases e precisa arrotar. Geralmente isso ocorre depois das refeições, portanto ponha o bebê na posição para arrotar de forma proativa e evite que haja desconforto ao ponto de o fazer chorar.

“Meus dentinhos estão nascendo!

Costuma acontecer por volta dos quatro meses de idade. Na dúvida, passe os dedos delicadamente na gengiva do bebê para sentir se é o caso.

“Chega!”

Um exemplo: a casa está cheia de visitas e o bebê começa a chorar. Os pais pensam que ele está com sono, as visitas vão embora e a criança se acalma e não dorme. O que o seu filho quis dizer é que ele estava sendo bombardeado por muitos estímulos, como sons, cheiros e movimento e desejava paz e tranquilidade. Além desses casos clássicos da rotina dos bebês há problemas médicos que podem explicar porque um bebê chora muito. Dores de barriga, otites… todos são quadros comuns que devem ser tratados por especialistas. Nada como uma ida ao pediatra para acabar com qualquer dúvida sobre o que pode haver de errado com o seu bebê. Agora que você já sabe algumas das possíveis causas para o choro do seu bebê compartilhe conosco suas experiências! Queremos te ouvir!  
Quer saber se está fazendo o máximo pela autonomia do seu filho? Baixe nosso ebook aqui.
A Corujando sempre disponibiliza conteúdo que pode te ajudar a estimular seu filho. Fique antenado (a).      

Comentários

comments