Adianta falar com o bebê ainda na barriga?

Acredite: falar com o bebê ainda na barriga funciona e traz vários benefícios para a criança e para o relacionamento entre mãe e filho.

Quer saber quais são estes benefícios e ainda dicas sobre o que conversar com o bebê? Continue lendo!

 

Mas afinal, quais as vantagens de falar com o bebê ainda na barriga?

Falar com o bebê ainda na barriga é um ótimo estímulo, ajudando a acalmar ou mesmo incentivar a criança a se mexer dentro do ventre.

Falar com bebê estabelece o primeiro contato dele com a mãe e com a língua falada ao seu redor. Inclusive, existem várias pesquisas que mostraram que, quando se fala com o bebê ainda na barriga, ao nascer ele tem mais atenção aos sons à sua volta.

Inclusive, conversar ou colocar músicas para o bebê ainda na barriga ajuda na adaptação dele a este novo mundo – cheio de cores, sons e estímulos –  tão diferente do ventre materno.

Além disso, falar com o bebê, dentro e fora da barriga, ajuda no aprendizado da língua. Mesmo se for cedo para falar, a criança já vai se inteirando no sentido de algumas palavras.

É claro que todos podem falar com o bebê ainda na barriga, não só a mãe. Isso vai ajudar o bebê a entender que há uma rede de pessoas ansiosas esperando sua chegada.

 

Mas o que dizer?

Estudos apontam que por volta de 26ª semana de gravidez, ou seja, seis meses, o bebê já está formado o suficiente para ouvir o que se passa no mundo fora da barriga.

Existem muito o que falar com o bebê ainda na barriga! Você pode cantar cantigas de ninar e fazê-lo se sentir seguro ou mesmo conversar com ele, mandando muita energia positiva para o bebê nascer já sabendo o quanto é amado. Até histórias são bem-vindas para ajudar a criar este vínculo tão especial.

Outra coisa já comprovada é colocar músicas tranquilas, como peças clássicas, para tocar quando o bebê ainda estiver na barriga. Isso ajuda no desenvolvimento da criança em um adulto mais bem ajustado.

 

Entendeu a importância de falar com o bebê ainda na barriga?

Sua gestação já passou? Então conte para a gente o que você falava para seu filho!

Comente!

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *